Gastronomia de Búzios Gastronomia de Búzios

O Charme de Búzios

Muito antes da famosa temporada de férias de Brigitte Bardot, aquela região de geografia peninsular e repleta de moluscos e conchas era conhecida simplesmente como Ponta de Búzios.

Por volta de 1940 e 1950, cariocas e paulistas começaram a desbravar o vilarejo, alugando as casas dos moradores locais para temporadas de férias, atraídos principalmente pelas praias de areias brancas e águas cristalinas.

No entanto, a transformação começou, sem dúvida, com a visita da grande estrela do cinema francês em 1964, que colocou Búzios definitivamente no mapa dos balneários mais desejados como rota de charme.

As décadas seguintes foram marcadas pela rápida ascensão da cidade, que se tornou independente de Cabo Frio em 1995. Hoje, Búzios dispõe de uma forte estrutura hoteleira e de condomínios, vida noturna ativa e uma gastronomia contemporânea, marcada principalmente pelo frescor de seus frutos do mar.

A vocação esportiva é outro fator notável na cidade, que hoje recebe amadores e profissionais das mais diversas modalidades. O vento constante e as praias de águas tranquilas ou agitadas, de acordo com a posição geográfica na península, são ideais para praticantes de stand up paddle, surf, kitesurf e, principalmente, do iatismo, que exige boas condições climáticas e estrutura de apoio náutico.

O momento de fascínio de Brigitte está hoje eternizado na Orla Bardot, que além da praia, da paisagem, das lojas e dos restaurantes, abriga uma estátua sua assinada pela artista plástica Christina Motta - e, mais à frente, a de três pescadores puxando do mar a tarrafa, remetendo aos tempos em que o balneário era uma simples vila que, mesmo após a urbanização, mantém seus encantos. É, sem dúvida, um dos mais incríveis destinos de sol e mar.

Bem-vindo à Armação de Búzios!

Voltar